Dias Santos de Guarda / Festas Religiosas

Amados irmãos, abaixo um calendário com os Dias Santos de Guarda:

JANEIRO

01 (DOMINGO) – Santa Maria, Mãe de Deus

08 (DOMINGO) – Epifania

 

MAIO

20 (DOMINGO) – Ascensão do Senhor

 

JUNHO

07 (QUINTA) – Corpus Christi

 

JULHO

01 (DOMINGO) – São Pedro e São Paulo*

 

AGOSTO

19 (DOMINGO) – Assunção de Nossa Senhora*

 

NOVEMBRO

04 (DOMINGO) – Todos os Santos*

 

DEZEMBRO

08 (SÁBADO) – Imaculada Conceição

25 (TERÇA) – Natal

 

OBSERVAÇÃO: as comemorações litúrgicas marcadas com * são feitas no domingo seguinte ao dia fixo, por orientação da CNBB.

———————————————————————————————————————————————

Agora, Seguidores de Jesus, indicamos aqui Festas Religiosas:

FEVEREIRO

22 (QUARTA) – Cinzas

 

ABRIL

01 (DOMINGO) – Ramos

05 (QUINTA) – Instituição da Eucaristia

06 (SEXTA) – Sexta Feira Santa (Paixão)

17 (SÁBADO) – Sábado Santo (Vigília Pascal)

18 (DOMINGO) – Páscoa

 

MAIO

27 (DOMINGO) – Pentecostes

 

JUNHO

03 (DOMINGO) – Santíssima Trindade

 

OUTUBRO

12 (SEXTA) – Nossa Senhora Aparecida

 

NOVEMBRO

02 (SEXTA) – Finados

———————————————————————————————————————————————–

 

Deus abençoe a todos neste novo ano!


Advento. Os personagens.

Direto do blog do Padre Luizinho, do Canção Nova.

Parcialmente editado, com o link para o material original ao final do post.

——————————————————————————————————————-

Você conhece os personagens do Advento?

Por Padre Luizinho no dia dez 1st, 2011 sobre AdventoLiturgia.

Todo tempo litúrgico é rico em figuras e símbolos para nos ajudar a celebrar o Mistério de Cristo em nossas vidas, não poderia ser diferente no Advento. Personagens bíblicos que no decorrer das quatro semanas nos acompanharão e nos revelarão como deve ser a nossa expectativa, vigilância e conversão para a chagada de Jesus que vem! Vamos conhecer?


ISAIAS

É o profeta que, durante os tempos difíceis do exílio do povo eleito, levava a consolação e a esperança. Na segunda parte do seu livro, dos capítulos 40 – 55 (Livro da Consolação) anunciam a libertação, fala de um novo e glorioso êxodo e da criação de uma nova Jerusalém, reanimando assim, os exilados. As principais passagens deste livro são proclamadas durante o tempo do Advento num anúncio perene de esperança para os homens de todos os tempos.

 

JOÃO BATISTA

É o último dos profetas e segundo o próprio Jesus, “mais que um profeta”, “o maior entre os que nasceram de mulher”, o mensageiro que veio diante d’Ele a fim de lhe preparar o caminho, anunciando a sua vinda (conf. Lc 7, 26 – 28), pregando aos povos a conversão, pelo conhecimento da salvação e perdão dos pecados (Lc 1, 76s). A figura de João Batista ao ser o precursor do Senhor e aponta-lO como presença já estabelecida no meio do povo, encarna todo o espírito do Advento; por isso ele ocupa um grande espaço na liturgia desse tempo, em especial no segundo e no terceiro domingo.
João Batista é o modelo dos que são consagrados a Deus e que, no mundo de hoje, são chamados a também ser profetas e profecias do reino, vozes no deserto e caminho que sinaliza para o Senhor, permitindo, na própria vida, o crescimento de Jesus e a diminuição de si mesmo, levando, por sua vez os homens a despertar do torpor do pecado.

MARIA

Não há melhor maneira de se viver o Advento que unindo-se a Maria como mãe, grávida de Jesus, esperando o seu nascimento. Assim como Deus precisou do sim de Maria, hoje, Ele também precisa do nosso sim para poder nascer e se manifestar no mundo; assim como Maria se “preparou” para o nascimento de Jesus, a começar pele renúncia e mudança de seus planos pessoais para sua vida inteira, nós precisamos nos preparar para vivenciar o Seu nascimento em nós mesmos e no mundo, também numa disposição de “Faça-se em mim segundo a sua Palavra”(Lc 1, 38), permitindo uma conversão do nosso modo de pensar, da nossa mentalidade, do nosso modo de viver, agir etc. Em Maria encontramos a realização da expectativa messiânica de todo o Antigo Testamento.


JOSÉ

Nos textos bíblicos do Advento, se destaca José, esposo de Maria, o homem justo e humilde que aceita a missão de ser o pai adotivo de Jesus. Ao ser da descendência de Davi e pai legal de Jesus, José tem um lugar especial na encarnação, permitindo que se cumpra em Jesus o título messiânico de “Filho de Davi”. José é justo por causa de sua fé, modelo de fé dos que querem entrar em diálogo e comunhão com Deus.

Estes santos personagens vão caminhar conosco nos preparando para o natal de Jesus. Com os Profetas Isaias e João batista nós pedimos a Deus Pai a graça de nunca perder a esperança, a fé nas promessas de Deus. Com Maria e São José queremos aprender a acolher a Vontade de Deus em nossa vida e dar o nosso sim ao Seu plano de Salvação.

Existem outros personagens bíblicos, como os pastores, que avisados pelos anjos são os primeiros depois de José e Maria a ver o menino Jesus: “Glória a Deus no mais alto dos céus, e na terra, paz aos que são do seu agrado!” Quando os anjos se afastaram deles, para o céu, os pastores disseram uns aos outros: “Vamos a Belém, para ver a realização desta palavra que o Senhor nos deu a conhecer”. Os reis magos que vindo de longe oferecem ao Menino Deus seus presentes e sua Adoração: Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram. Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra”. Essa deve ser a atitude nossa neste tempo para quando Jesus chegar possamos adorá-lo de todo o nosso coração.

Veja também: Advento e a Porta da Humildade

 

Oração: Imploramos ó Deus, a vossa clemência, ao recordar cada ano o mistério pascal que renova a dignidade humana, e nos traz a esperança da ressurreição: concedei-nos acolher sempre com amor o que celebramos com fé. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Natal feliz é Natal com Cristo!

Minha benção fraterna+

Padre Luizinho, Com. Canção Nova.
twitter.com/padreluizinho

 ————————————————————————————————————————–

Link original: Padre Luizinho » Blog Archive » Você conhece os personagens do Advento?.

 


O tempo.

O hoje é sempre apressado, nunca há pausa para nada.
“Não tenho tempo” é usado como se fosse um mantra.
O tempo tornou-se numa espécie de inimigo do homem.
Pode ser que, inclusive, você esteja lendo isso aqui
já pensando que está sem tempo. Talvez ache que esteja
até perdendo tempo, o que seria em seu entender imperdoável, visto
que um famoso ditado diz que “tempo É dinheiro”. Talvez
no seu caso, querido leitor, tempo valha mais do que dinheiro.

Mas o tempo, amados, é um amigo seu.
Deus criou o tempo a fim de que fosse um aliado do homem.
Que o homem aprendesse com ele.
Que o valorizasse. Que o administrasse com sabedoria.

Se você acha que necessita de mais de 24 horas para o seu dia, está na hora de repensar sua agenda e, principalmente, sua vida.

Você, que tem tempo para o trabalho, para os amigos, para festas e momentos de lazer, para navegar pela internet, tem tido tempo para Deus?

Sim, tempo para Deus.

Tens ido à missa, tem orado em agradecimento?

E no caso de ter esse tempo para Deus, esse tempo tem qualidade?

E entenda qualidade como por exemplo participar ativamente da missa, prestando atenção na homilia, comungando, orando com fé.

Tempo com Deus NUNCA é tempo perdido.

Por isso, jamais deixe de ter tempo para Deus.

Não se esqueça que Ele SEMPRE tem tempo pra você!

Paz de  Cristo!


Maria…

Maria, abençoada mãe de Deus.

Deixou que Deus fosse DEUS em sua vida.

Entregou-se ao plano divino, ainda que não o compreendesse em sua totalidade.

Foi vendo Jesus crescer e ela, como mãe do Salvador, jamais pediu

reconhecimento ou exigiu afagos em seu ego por ter gerado o Cristo.

Exemplo de fé e de humildade; e estes já seriam motivos suficientes para que não a esqueçamos.

Maria de Deus, Senhora da Paz.


Nossas listas no Twitter.

Em nosso Twitter, criamos e usamos várias listas para organizar e facilitar a visualização dos tweets dos #SeguidoresdeJesus.

Siga nosso perfil: @SdJSegdeJesus.

Siga também nossas listas:

 Arquidioceses e Dioceses: Várias arquidioceses e dioceses reunidas numa lista em que você acompanha o que está acontecendo na sua região. Eventos, comunicados, ações pastorais e muito mais! Fique por dentro seguindo: http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/arquidioceses-e-dioceses

 Católicos na Rede!: Perfis católicos de evangelização, informação, frases para reflexão… Acompanhe, interaja, siga esta lista: http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/cat%C3%B3licos-na-rede

Editoras Católicas!: Perfis de editoras, livros, revistas e jornais católicos. Conhecimento e cultura para o fiel católico. Siga, divulgue: http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/editoras-cat%C3%B3licas

Padres Amados! Tudo o que os padres que possuem perfil no Twitter estão divulgando! Interaja com estes guerreiros da fé seguindo esta lista: http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/padres-amados

Paróquias e Igrejas: As informações da sua paróquia ou da igreja que você frequenta! Pastorais, festividades, horário de missas! Não deixe de acompanhar! Siga: http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/par%C3%B3quias-e-igrejas

Pastorais: As ações das diversas pastorais que compõe a igreja. Participe, apoie os trabalhos das pastorais seguindo e divulgando essa lista:  http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/pastorais

Rádios Católicas: Evangelização, debates, informação e muita música boa e abençoada, além da transmissão de missas e terços, você encontra seguindo esta lista: http://twitter.com/#!/SdJSeguidores/r%C3%A1dios-cat%C3%B3licas

Não deixe de seguir e divulgar nossas listas. Elas são feitas pensando em vocês!

#SdJSeguidoresdeJesus


Semana de Cristo Rei 2011

Seguidores de Jesus, NÃO PERCAM!

De 13 a 20 de Novembro.

Igreja de Sant’Ana | Praça Cardeal Leme, 11 | Rio de Janeiro

Semana Cristo Rei 2011

http://www.scr2011.com.br/  

 

Adorar e Fazer Adorar!

 

 

 

 

 


Sobre o Rosário…

O Rosário, coleção de orações, surgiu por volta do ano 800.
Iniciou-se com a necessidade dos leigos orarem, visto que como não sabiam ler os 150 salmos que eram rezados pelos monges, aprenderam a recitar o Pai Nosso e este rezavam 150 vezes.
Com o passar do tempo, foram acrescentados mais 3 SALTÉRIOS, especificamente: 150 Ave Maria, 150 louvores em honra a Jesus e ainda mais 150 louvores em honra a Maria.
Já por volta de 1365, fez-se uma combinação dos quatro saltérios, dividindo as 150 Ave Maria em 15 dezenas e colocando um Pai Nosso no início de cada uma delas.
Então, já no ano de 1500, estabeleceu-se que para cada dezena haja a meditação de um episódio da vida de Jesus ou Maria, surgindo daí a o Rosário de Quinze Mistérios.
Portanto, o Rosário é composto de oração verbal e oração mental.
A oração verbal consiste na recitação de 15 dezenas (Rosário completo) ou 5 dezenas de Ave Maria, cada dezena iniciada por um Pai Nosso, enquanto medita-se (e aí está a oração mental) sobre os mistérios ou episódios de vida, morte e glória de Jesus Cristo e de Sua Santa Mãe.

Sabendo disto, compartilho com vocês material que achei muito interessante e de grande valia: um estudo sobre o Rosário ser bíblico ou não.
Este material encontrei no http://www.bibliacatolica.com.br/blog (que inclusive indico a todos)
Umas poucas partes editei, nada que altere o texto, mas ao final do post coloco o link para o material original.

Espero que gostem:

“A intenção do texto não é esgotar a teologia em torno do Rosário, mas apenas demonstrar superficialmente que não existe oposição entre esta devoção e a Palavra de Deus.

O Rosário é uma coleção de orações individuais:

1 – O Credo
2 – O Pai-Nosso
3 – A Ave-Maria
4 – Glória
5 – Salve Regina

1. O Credo Apostólico

“Creio em Deus-Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pela Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos e ressuscitou ao terceiro dia. Subiu aos céus e está sentado à direita de Deus-Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na Comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.”

Este é um dos credos mais antigos que se conhece. Foi inicialmente usando pelos cristãos de Roma. Não há nada antibíblico nele. A única coisa que alguém poderia objetar seria a expressão “creio…na Santa Igreja Católica”. Bem, a primeira pessoa a utilizar a expressão “Católica” (palavra grega para “geral, universal”) foi Santo Inácio de Antioquia em sua carta aos Esmirnenses. Ele morreu em 107 A.D., o que nos faz tirar a lógica conclusão que tal designação para a igreja já era utilizada desde antes. Ele utilizou este termo para diferenciar a Igreja fundada por Cristo e pelos apóstolos das outras igrejas e filosofias heréticas que estavam aparecendo.

2. O Pai-Nosso

Bem, nada de antibíblico aqui. Sem comentários mais.

3. A Ave-Maria

“Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é contigo. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre, Jesus. Santa Maria, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém”.

Vejamos o que a Bíblia diz sobre isso (versão KJV):

“E o anjo veio sobre ela, e disse, Ave, tu que és grandemente favorecida, o Senhor está contigo. Bem-aventurada és tu entre as mulheres”. (Lc 1,28)

São Jerônimo, um dos primeiros Pais da Igreja, traduziu a Bíblia grega para o latim, e a melhor forma de traduzir para o latim a forma “grandemente favorecida” foi “gratia plena”, que significa “cheia de graça”. Isto denota muito bem o estado de Maria, “cheia de graça”, sem pecado.

Desta forma, a primeira parte da Ave-Maria não deixa problema algum. E quanto à segunda parte?

Santa Maria? É esperado que, sendo Maria a mãe do “Santo dos Santos”, ela seja também uma pessoa santa.

Mãe de Deus? Maria é a mãe de Jesus, certo? Jesus era uma pessoa divina com uma natureza divina e humana. Maria “assim como fazem todas as mães” deu a luz à pessoa, não à natureza. E a qual pessoa ela deu à luz? Uma pessoa divina. Logo, Maria é a mãe de Deus.

Rogai por nós, pecadores? Pedimos que Maria ore por nós. Mas ela não está morta? Não de acordo com a Bíblia (Mc 12,26-27; Mt 27,52-53).

Nós devemos orar pelos outros, diz Tiago (Tg 5,16). Ora, mas Jesus não é o único mediador? Sim, assim como Ele é o único rei, o único Senhor, o único sacerdote, etc…E enquanto partilharmos deste seu sacerdócio e reinado, também partilhamos desta única mediação.

Agora e na hora de nossa morte? Oh-oh!, como Maria sabe quando morreremos? Bem, ela possui a visão beatífica (1 Cor 13:12; 2 Pd 1:4), e além do mais, não existe época no paraíso, somente eternidade e, portanto, nem Maria ou os anjos estão sob o limite do tempo e por isso podem ouvir todas as nossas orações.

4. Glória

“Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre. Amem”.

Pequena e linda oração.

5. Salve Regina (Salve Rainha)

“Salve Rainha, mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa. Salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós, suspirando, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Ei-a pois, advogada nossa, esses vossos olhos misteriosos a nós volvei. E depois deste desterro, mostrai-nos Jesus. Bendito é o fruto do teu ventre. Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre virgem Maria. Rogai por nós, santa mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo”.

É bem complicado, vamos com calma.

Rainha? Considere que Jesus, Rei dos Reis, nunca foi casado. Se um rei não possui esposa, quem, portanto, é a rainha? Sua mãe! E isto se aplica aqui.

Vida, doçura e esperança? Isto diz respeito à mediação de Maria, assunto que não abordaremos neste texto pela sua natureza mais profunda. Chamamos Maria desta forma porque ela é a causa, estritamente na forma subordinada “claro”, da nossa salvação, vida, doçura e esperança (que é Jesus).

Vossos olhos misericordiosos? Maria, como imaculada, tem misericórdia de seus filhos. Lembrando que todos somos seus filhos. Ela é nossa mãe, porque somos parte do corpo de Jesus, nascido de Maria.

Clemente, piedosa, doce? Quem nega que a mãe de Jesus é clemente? Ou piedosa? Ou doce? Minha mãe (carnal) é! Quanto mais com um filho como Jesus, o filho de Deus!

Como vimos, são várias orações. Claro, existem entre nós questões sobre o rosário, como apontam alguns quando dizem que Jesus nos recomendou não rezar em “vãs repetições” como fazem os gentios (Mt 6,7).

Mas notem todos que Jesus não condena as repetições, somente as que são “vãs”. Se nós condenamos católicos bêbados, não estamos condenando todos os católicos que bebem e nem significa que todos os católicos “são” bêbados. Isto somente significa que aqueles católicos que “estavam” bêbados são condenados. Aqui é a mesma coisa. Jesus disse para não rezarmos as repetições “que são vãs”, ou sejam, de nada adiantariam. E porque o rosário não é incluído nestas “vãs repetições”? Porque nele nós meditamos os mistérios da vida, morte e ressurreição de Cristo, e isto nunca será “vão”. A Ave-Maria somente é a base para todos estes mistérios. Nunca se acreditou que se consegue alguma coisa com uma certa quantidade de orações. O Rosário bem recitado é aquele bem meditado, com concentração. Onde as palavras não são somente balbuciadas, mas rezadas com fé.

Então, da próxima vez que alguém se dizer um cristão, pergunte como honra a Maria. Se disser “não, obrigado, não sou idólatra, somente honro a Jesus”, pergunte então porque a Bíblia nos pede para honrarmos os santos (1 Pd 1,6-7), e porque Maria é tão “grandemente favorecida”.

“Doravante, todas as gerações me proclamarão bem-aventurada” (Lc 1,48).

Traduzido para o Veritatis Splendor por Rondinelly Ribeiro Rosa.”

Link para texto original: http://www.bibliacatolica.com.br/blog/doutrina-catolica/o-rosario-e-biblico/

 

Esquema de recitação do Rosário